A Ilha das Galés também faz parte da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. Também é conhecida por Ilha da Galé, no singular. Dizem que dependendo do ângulo que se olha, a ilha possui a mesma forma de uma embarcação antiga chamada de Galé. É por esse motivo que a ilha acabou sendo batizada com o nome que seu formato lembra. Ela fica ao norte da Ilha do Arvoredo, muito próximo à Praia de Mariscal. 

A Ilha da Galé, ou Ilha das Galés possui um tamanho menor que a Ilha do Arvoredo e a sua vegetação não é tão densa. Ainda existem algumas ilhotas perto dessa ilha, que não são mensuradas ou contadas, pois não são vistas da terra. É um dos mais importantes locais de acasalamento de aves marinhas da costa brasileira. 

Pequena ilhota ao lado da Ilha de Galés.

 Assim como as outras, possuem tesouros no fundo do mar: embarcações afundadas, tais como um enorme cargueiro, o famoso Cargueiro Lili, afundado em 1958 por causa de um nevoeiro, encontra-se partido ao meio e a uma profundidade de aproximadamente 5 metros, entre outras fragatas que também por ali se encontram, e acabam sendo o refúgio marinho de muitas vidas. Inclusive grandes formações de corais podem ser observadas nos mergulhos, tendo aproximadamente de 20 a 30 metros. Dizem que os peixes coloridos e pequenos já são acostumados com a visitação humana, e os mergulhadores mais experientes podem até ver garoupas e robalos, na parte externa da ilha. 

O mergulho lá pode ser feito até por iniciantes, podendo-se observar tartarugas marinhas, arraias e frades.

Outro local apropriado para o mergulho é o Portinho, bastante procurado por mergulhadores iniciantes e para a prática do snorkeling. Nesta enseada bem protegida é possível encontrar cavalos-marinhos, linguados e dos mais diversos peixinhos coloridos. Para os mergulhadores mais experientes, o lado de fora da ilha abriga peixes de grande porte como garupas e robalos.

Open chat
1
Olá!
Em que podemos lhe ajudar?